Follow by Email

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Oportunidade de cursos online gratuitos: "Lei de Acesso à Informação" e “Publicação de dados em formato aberto”

 O Senado no portal do Instituto Legislativo Brasileiro disponibiliza 13 cursos abertos ao público e um deles é sobre a  "Lei de Acesso à Informação" criado em parceria com a UFMG. O curso na modalidade EAD é gratuito, sem tutoria e carga horária de 12 horas.
O objetivo é capacitar os agentes públicos de órgãos da administração direta e indireta para atendimento das novas obrigações e diretrizes trazidas na Lei n.º 12.527/11.
Para matrícula é pré-requisito ter acesso à internet, conta de correio eletrônico e processador de textos compatível com documentos do Microsoft Word.
Conteúdo Programático
Módulo Único - Lei de Acesso à Informação no Brasil
Unidade 1 - Informações: Acesso e Divulgação
Unidade 2 - Onde Promover a Lei de Acesso à Informação
Unidade 3 - Obtendo Acesso à Informação Pública
Unidade 4 - Confidencialidade dos Documentos
Unidade 5 - Cuidados com a Informação de Acesso Restrito
Unidade 6 - Dentro da Regulamentação da LAI
Unidade 7 - Novidades em Regulamentos da LAI
Unidade 8 - Em Outras Palavras

Público Alvo
Servidores dos legislativos federal, estadual, municipal e distrital, dos órgãos conveniados e dos parlamentos de língua portuguesa, da Comunidade Latino-americana de Nações e o público em geral.
Matrícula em: http://saberes.senado.leg.br/login/index.php

Outra oportunidade:
Em parceria com a Controladoria-Geral da União (CGU), o escritório brasileiro do Consórcio World Wide Web (W3C Brasil) oferece o curso online “Publicação de dados em formato aberto”, no site Escola de Políticas Públicas. O curso é gratuito e possui carga horária de 30 horas. Os interessados podem se inscrever a qualquer momento pelo site http://www.ep.org.br/curso/56.
 O objetivo curso é capacitar gestores públicos sobre dados abertos governamentais, explicando, por exemplo, como os dados abertos se situam dentro da cultura de transparência de informações do Governo Federal.

Os cursos são autoinstrucionais, sem tutoria, e têm duração máxima de 8 semanas a partir da inscrição. Após este período, o acesso do aluno ao curso é automaticamente bloqueado.

O certificado de curso livre é automaticamente disponibilizado para impressão ao aluno que obtenha no mínimo 60% de aproveitamento nas atividades propostas. 
O treinamento é um dos produtos do projeto de cooperação técnica “Política Brasileira de Acesso a Informações Públicas”, firmado entre a CGU, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br).

Na oportunidade, também enviamos informações sobre o curso, criado pelo Senado em parceria com a UFMG, a respeito da Lei de Acesso à Informação com carga horária de 12 horas.

Ementa
O objetivo deste curso é capacitar os gestores públicos sobre os dados abertos governamentais explicando, de forma contextualizada, o potencial gerado pela abertura dos dados governamentais, delimitando os dados abertos dentro da cultura de transparência de informações do governo federal. 
Ao final do curso, esperamos que o aluno seja capaz de:
• Discernir dados abertos de dados não abertos, no tocante ao formato, licença de utilização e formas de disponibilização;
• Estimular, no âmbito de sua organização, o processo de abertura de dados governamentais;
• Gerir em sua organização a abertura de dados governamentais;
• Desenvolver canais de diálogo com a sociedade no que se refere à abertura de dados governamentais.
 
Programa do curso
Módulo 1 | Introdução aos dados abertos 
Tema 1: A importância social dos dados abertos do governo
Tema 2: Dados Abertos e Acesso à Informação Pública 
Tema 3: Como definir o que é um dado aberto?
Tema 4: Dados abertos no Brasil
Tema 5: Dados abertos no mundo 
 
Módulo 2 | Gerenciando a abertura de dados 
Tema 1: Regras básicas para abertura de dados 
Tema 2: Três passos principais para abertura dos dados 
Tema 3: Noções de armazenamento de dados 
Tema 4: Noções de organização do conhecimento: ontologias 
Tema 5: Padrão de dados abertos: formatos possíveis
Tema 6: Interoperabilidade e dados abertos 
Tema 7: Formas de publicação de dados 
Tema 8: Os dados foram abertos, e agora? 
 




0 comentários:

Postar um comentário