Follow by Email

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

29 de agosto: Dia Nacional de Combate ao Fumo

Para marcar o Dia Nacional de Combate ao Fumo, celebrado hoje, 29 de agosto, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizará uma série de atividades por toda a cidade. Para levar orientações sobre o benefício de parar de fumar e adquirir hábitos mais saudáveis, profissionais de saúde estarão em praças, estações de metrô e no entorno das unidades de saúde tirando dúvidas e distribuindo material informativo para a população. As unidades de Atenção Primária realizam ações de promoção da saúde, incluindo palestras com informações e orientações em relação aos riscos do fumo à saúde, inscrições para tratamento e participação de ex--fumantes relatando sua conquista, além de oficinas e sessões de cinema e exposições de fotografias. Os usuários da rede também participarão de caminhadas e atividades nas Academias Cariocas da Saúde.
 O município do Rio de Janeiro tem o maior número de centros de tratamento de tabagismo da rede pública de saúde do Brasil. A SMS conta com o Programa de Controle do Tabagismo em mais de 150 unidades de saúde. Em média são ofertadas 20 vagas por mês em cada unidade. O programa acontece em três etapas: primeiro o paciente é entrevistado individualmente para levantamento de seu perfil como fumante. Em seguida, são marcados encontros semanais, nos quais são passadas explicações sobre os três tipos de dependência do cigarro (física, psicológica e comportamental ou de hábito), além de técnicas sobre como lidar com cada uma delas. O objetivo dessa primeira fase do tratamento e fazer o fumante compreender sua relação com o cigarro para conseguir deixar de fumar.
Na segunda fase são oferecidas as reuniões de manutenção, para ajudar o paciente a permanecer sem fumar, acompanhando-o em situações do dia a dia que poderiam estimular recaídas. Inicialmente esses encontros são semanais, depois quinzenais e mensais, até completar um ano de tratamento. 
Quem deseja parar de fumar deve procurar a unidade mais próxima da sua residência. Para saber qual a unidade de saúde mais perto de sua casa, basta ligar para a central de atendimento da prefeitura 1746 ou acessar o Onde ser atendido no site da secretaria (http://www.rio. rj.gov.br/web/sms/onde-ser-atendido).



Entenda por que a lei foi criada:
  • O fumo passivo é a terceira causa de morte no mundo;
  • Cerca de 7 pessoas morrem por dia no Brasil por causa do fumo passivo;
  • Em média, custa aos cofres públicos do Estado do Rio R$ 52,6 milhões anuais em tratamentos do infarto agudo do miocárdio, acidente vascular cerebral e câncer de pulmão relacionados ao tabaco;
  • O fumo passivo aumenta em 30% a chance do não fumante ter câncer de pulmão;
  • Crianças expostas ao fumo passivo apresentam 50% mais chances de desenvolverem doenças respiratórias;
  • Cerca de 200 mil trabalhadores morrem por ano no mundo por conta do fumo passivo;
  • Pessoas fumando em ambientes fechados, como bares e boates, incentivam jovens a iniciar o consumo;
  • A lei é boa também para saúde do fumante, que reduz sua exposição ao fumo passivo e pode usá-la como motivação para deixar de fumar.

0 comentários:

Postar um comentário